Lançamento do livro Mexendo o pirãoO curso de gastronomia recebe hoje para palestra e lançamento de seu livro o historiador Adriano Marcena. No livro intitulado “Mexendo o Pirão: importância sociocultural da farinha de mandioca no Brasil holandês (1637-1646”), a farinha de mandioca recebe atenção especial em pesquisa inédita na história da alimentação brasileira.

A farinha de mandioca, enraizada no universo gustativo e simbólico dos povos indígenas muito antes da chegada dos europeus, possivelmente foi um dos elementos que serviu para facilitar suas conversões ao cristianismo ibérico. Para isso, foi preciso que alguns catequistas modificassem a matéria-prima mor do corpo de Cristo, confeccionada com farinha de trigo europeia, e passasse a preparar hóstias à base de farinha de mandioca.

Com prefácio do renomado antropólogo Raul Lody e orelha assinada pelo historiador e arqueólogo Plínio Victor, Mexendo o Pirão, de Adriano Marcena, oferta importante obra não apenas sobre os aspectos da História da alimentação no Nordeste brasileiro, mas, principalmente, sobre o que somos enquanto sujeitos históricos e simbólicos a partir do que levamos à boca. A publicação tem incentivo do Funcultura, Secretaria de Cultura e Governo do Estado de Pernambuco.

Serviço:
Lançamento: Mexendo o Pirão: importância sociocultural da farinha de mandioca no Brasil holandês (1637-1646)
Local: Faculdade Metropolitana (sala 63)
Data: 25/04 (quinta-feira)
Horário: 20h
Preço do livro: R$ 20,00.